Justiça autoriza mudança de Silval Barbosa para o interior de São Paulo


O ex-governador Silval Barbosa está de malas prontas e pretende ir embora de Mato Grosso em definitivo. O juiz Leonardo Pitaluga, da Segunda Vara Criminal de Cuiabá, autorizou o ex-chefe do Executivo estadual a residir no interior do estado de São Paulo, acatando pedido formulado pelos advogados Valber Melo e Filipe Maia Broeto.


Silval se mudará para São José do Rio Preto. Ele alegou à Justiça que pretende morar com a filha. Em 2019, Barbosa já havia conseguido autorização a viajar ao município para participar do casamento dela. Na ocasião, ficou no município entre 20 de abril e 2 de maio.


O ex-governador foi condenado por desvio de dinheiro público no período em que comandou o Palácio Paiaguás (2010-2015). Essa é a segunda autorização da Justiça para mudança de domicílio obtida por ele. Em dezembro de 2018, Silval foi autorizado a cumprir o então restante da pena em Matupá (681 km de Cuiabá).


Outra vitória do ex-governador desde então foi a progressão de pena, conquistada em maio de 2019, ocasião em que, após três anos cumprindo prisão domiciliar, ganhou direito cumprir no semiaberto.


Silval Barbosa firmou colaboração com a Justiça em agosto de 2017. Considerada à época pelo ministro Luiz Fux como “monstruosa”, a delação entregou informações sobre esquema de pagamento de “mensalinho” a deputados, compra de votos para eleições da Mesa Diretora, propina a conselheiros do Tribunal de Contas e outras dezenas de esquemas. Gravações em vídeo subsidiaram as informações.


No pedido de autorização para mudança de domicílio ao interior de SP, a defesa de Silval lembrou que o termo de delação ressaltava que até a extinção das penas, é necessário ao colaborador informar qualquer mudança de endereço aos juízos competentes. Na nova cidade, Silval seguirá submetido às regras de recolhimento, limitação de final de semana e uso tornozeleira.


Fonte: Olhar Jurídico

2 visualizações0 comentário